Cozinhando no Envelope

Eu adoro cozinhar no envelope, mas que envelope seria esse ?

O nome correto é papillote, novamente em francês, que nada é mais que “no papel” no nosso caso um papel manteiga bastando passar manteiga ou azeite e dobra-lo em forma de envelope.

É mais um método de cozimento no vapor, porém colocamos esse envelope com os ingredientes no forno com algum caldo e ou azeite e deixamos cozinhar peixe, ave ou frutos do mar. Repare que não disse carne, pois o tempo máximo de cozimento do papillote é de 20 minutos, pois se passar desse ponto o papel manteiga queima.

Um líquido comumente adicionado é o vinho branco seco e azeite extra virgem, esses são muito aromáticos.

Do mesmo modo o uso de ervas é muito bem vindo pois o vapor dos líquidos intensifica a os aromas.

Para servir o prato, abra o envelope na frente da pessoa que vai comer, só o perfume exalado será o suficiente para causar um suspiro de quem vai comer.

Anúncios

Uma resposta para “Cozinhando no Envelope

  1. Eu já vi em programas de culinária essa forma de cozimento para legumes.
    Já fiz cenoura com vinho, manteiga e ervas, para acompanhar um peixe. Realmente o perfume na hora que se abre o envelope é indescritível.
    Temos apenas que escolher aquele tipo de legume certo para que fique no ponto ideal.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s